11 97373-1913

eDUCAÇÃO AMBIENTAL

A Educação Ambiental é um processo educativo, responsável por formar indivíduos preocupados com os problemas ambientais e que busquem a conservação e preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade, considerando a temática de forma holística, ou seja, abordando os seus aspectos econômicos, sociais, políticos, ecológicos, antropológicos, culturais e éticos. Portanto, falar sobre Educação Ambiental é falar sobre educação acrescentando uma nova dimensão: a dimensão ambiental, contextualizada e adaptada à realidade interdisciplinar, vinculada aos temas ambientais locais e globais. A Educação Ambiental não deve ser vista como uma disciplina fragmentada, ela deve ser introduzida em todas as discussões, senão será somente mais uma disciplina a ser estudada.

Com o foco de despertar o conceito que o ser humano também é mais um dos animais que habitam no planeta e que estamos inseridos no meio ambiente, na busca de superar a visão antropocêntrica, que fez com que o homem se sentisse o centro de tudo, esquecendo a importância da natureza da qual somos parte integrante e dependemos dela para a nossa sobrevivência.

Desde os primórdios da história humana, para sobreviver em sociedade, os indivíduos precisavam conhecer e interagir com o meio ambiente onde habitavam. O inicio da civilização coincidiu com a descoberta do fogo e temos que destacar o domínio da agricultura, pois até então éramos nômades e daí começamos a viver em determinados locais, sem a necessidade de grandes deslocamentos.

Apesar do conforto que o domínio do fogo e da agricultura nos trouxe, o resultado foi o crescimento populacional, urbanização, industrialização, desmatamento, poluição atmosférica, aquecimento global, destruição da camada de ozônio, dentre várias outras intervenções que causamos ao planeta, que nos obrigaram a refletir sobre a necessidade de impulsionar a Educação Ambiental. O cenário é muito preocupante e deve ser levado a sério, pois as consequências das nossas ações irão atingir a todos, sem distinção, no futuro bem próximo.

Na Conferência de Estocolmo, realizada em 1972, a comunidade internacional se reuniu para discutir a preservação e melhoria do ambiente humano, destacando a importância estratégica da Educação Ambiental. A partir do documento gerado nessa conferência, esse tema foi incluído de forma oficial nas discussões de diversas nações. A Educação Ambiental é um componente essencial e permanente da educação, devendo estar presente, de forma interdisciplinar, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal.

Deve ocorrer como um processo pedagógico participativo, coletivo e permanente desenvolvendo uma consciência crítica sobre a problemática ambiental, estendendo à sociedade a capacidade de captar a gênese e a evolução dos problemas ambientais. Não deve ficar restrita a ações pontuais, apenas em datas comemorativas. A Educação Ambiental deve ser abordada de forma interdisciplinar, abrangendo todas as áreas do conhecimento, não devendo se restringir a uma disciplina específica no currículo.