11 97373-1913 / 11 98118-0991

Oficina de PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais) com Regina Yassoe Fukuhara

Oficina de PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais) com Regina Yassoe Fukuhara

Horário e local

17 de jul. 09:30 – 16:00

O Bicho que Planta, Av. Los Alamos, 322 - Los Álamos, Vargem Grande Paulista - SP, 06730-000, Brasil

Sobre o evento

Incluído: Oficina de PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais) com Regina Yassoe Fukuhara, Café da manhã PANC e certificado digital de participação (06h30 horas aula).

Faremos a recepção do grupo com o café da manhã PANC: pão rústico PANC, patê de feijão fradinho, girassol e PANC variadas, e bolo vegano de maçã, palma miúda e cacau. Apresentação do Espaço O Bicho que Planta, Histórico, Apresentação e dinâmica de identificação PANC, Saída de Campo e Roda de Conversa.

SOBRE A OFICINA

No dia 17 de julho teremos uma Oficina de PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais) com Regina Yassoe Fukuhara.

As PANC (Plantas Alimentícias não convencionais), termo criado pelo biólogo Valdely Kinupp diz respeito às plantas comestíveis que nascem de forma espontânea em jardins, quintais, terrenos baldios, parques, frestas de calçadas e canteiros, mas que não são consumidas por falta de costume ou de conhecimento. Estima-se que existam 10 mil espécies com potencial alimentício no Brasil. Elas possuem alto teor nutritivo, são ricas em minerais, proteínas, vitaminas e ômega-3.

Como expandir nossas possibilidades alimentares? As PANC são plantas que foram esquecidas, deixadas de lado, mas que tem retornado com grande vigor nestes últimos anos por sua versatilidade, sabor e fonte nutricional. Elas nascem em jardins, praças, frestas de calçadas. Elas estão por toda parte. Quem nunca viu nascendo um dente de leão nos gramados de parque ou praça? Utilizando as PANC em nossas refeições seremos agraciados com seus ricos minerais, vitaminas, fibras e toda sua potência vital. Elas nos proporcionam saúde, nutrição e também muita beleza através das flores comestíveis.

A facilitadora da Oficina de PANC será a Regina Yassoe Fukuhara, artista plástica e permacultora, é voluntária na horta da escola Guarani na Terra Indígena do Jaraguá (Tekoa Ytu) e faz parte do movimento hortelões urbanos, colabora com os coletivos AutonomiaZN, Prato Verde Sustentável, Fazendinhando e Ato Verde.

Recepcionaremos o grupo com café da manhã PANC, com pão rústico PANC, patê de feijão fradinho, girassol e PANC variadas, e bolo vegano de maçã, palma miúda e cacau.

Depois teremos a apresentação dos participantes, onde cada um irá fazer uma breve apresentação de si. Essa atividade tem como finalidade iniciar uma relação de aproximação e integração do grupo.

Após a apresentação do grupo, faremos um tour no Espaço O Bicho que Planta, localizado na Estrada de Caucaia do Alto, que fica ao lado da Reserva Florestal do Morro Grande, um local exuberante em meio ao Bioma da Mata Atlântica. O Bicho que Planta foi idealizado com a missão de oferecer cursos, oficinas, palestras, visitas monitoradas, prática de Yoga, imersões, vivências e capacitação de pessoas nas áreas das Ciências da Terra (Física, Química, Geografia, Geologia, Geociências, Ecologia e Biologia), conhecimentos ancestrais de Comunidades Tradicionais (Antropologia), Agroecologia e a Permacultura.

Conheceremos o histórico e dinâmica de identificação das PANC, plantas que foram esquecidas, deixadas de lado, mas que tem retornado com grande vigor nestes últimos anos por sua versatilidade, sabor e fonte nutricional. Também teremos uma saída de campo, onde faremos uma caminhada para reconhecimento e coleta de algumas PANC.

Na saída de campo, faremos uma caminhada pelo Espaço O Bicho que Planta e entorno para reconhecimento, identificação e coleta de algumas PANC.

Para finalizar, faremos uma Roda de conversa para trocas e dúvidas.

Ingressos

Preço

Qtd

Total

  • À partir

    R$150

    + taxa de serviço de R$3.75

    Pode ser dividido em até 12x no cartão de crédito (com juros)

    R$150

    + taxa de serviço de R$3.75

    0

    R$0

Total

R$0